Beleza ou conteúdo?

Pela milésima vez, encontrei uma analogia interessante entre o surf e o MDJC. Você pode surfar num dia de sol, água azul turquesa, sem vento, textura do mar maravilhosa e ondas de bom tamanho, mas não sair satisfeito. Isso acontece quando elas, por um motivo de direção da ondulação ou imperfeição do fundo de areia, simplesmente não proporcionam belas manobras. Aí a galera sai dizendo a tradicional frase, “tá mais bonito do que bom“. Por outro lado encontramos dias nublados, … Continue reading

“Deixei de jogar caro”

Dúvida de um JC: “Grande Don blz? Meu caro, manda um artigo para o JC que por algum motivo como: trabalho, faculdade ou até relacionamento deixou de praticar as artemanhas de jogar caro e a partir daí enferrujou. Sempre fui um cara super extrovertido na maior parte do tempo, aquele camarada da galera. Aí juntou faculdade muitos trabalhos, sou policial, uma profissão que requer um comportamento mais sério mas acho que isso pode até causar determinadas visões de sua pessoa, … Continue reading

Diferentes, pero no mucho…

A Copa acabou, os gringos se foram, mas inúmeras lições ficam. E nem estou falando de futebol, já que dentro de campo ficou provado que planejamento, trabalho e jogo em equipe funciona muito mais do que depositar todas as esperanças no talento de um ou dois jogadores diferenciados. Durante todo o mundial as notícias que mais me atraiam eram aquelas sobre a rotina dos estrangeiros no Brasil. A interação com a população. O choque cultural. Além dos bons exemplos e … Continue reading

Uma cidade chamada Memória

Você, eu, o padeiro, até o Silvio Santos, todos temos algo em comum: registramos automaticamente nossas memórias. Claro que existem formas de privilegiar esse registro, como a repetição, a forte carga emocional que o conhecimento do fato te traz ou a profundidade de sua interpretação sobre ele. Mas o que isso tem a ver com o MDJC? A maneira como você resgata suas memórias pode influenciar 100% na sua qualidade de vida. As experiências que vivenciamos ao longo da nossa … Continue reading

De olho no jogo virtual

Como se sabe, Jogador Caro que se preze está sempre de olho no que acontece a seu redor, dentro dos assuntos do momento, com as anteninhas de vinil ativadas para detectar oportunidades em potencial. Sejam para novas amizades, negócios e, claro, novos romances! Tudo tem que rolar com naturalidade, com descontração para fazer o negócio acontecer de fato. E conseguir bons resultados é questão de prática. Mas e quando não há tempo para sair por aí e conversar com desconhecidas? … Continue reading

A habilidade que abre portas

Nunca falou-se tanto em inteligência emocional como nos dias atuais. Desde a riquíssima Teoria da Psicologia Multifocal do dr. Augusto Cury disseminada em palestras, livros e cursos, passando por pesquisas de universidades até às lágrimas dos jogadores da seleção num jogo da copa. Estamos abrindo mais os olhos para a importância do autoconhecimento. Executivos, gerentes, funcionários, apresentadores, vendedores, solteiros, casados, jovens, coroas… tanto faz o rótulo que a sociedade lhe dê. Existe uma habilidade acessível a todos e que certamente abre … Continue reading

O choro da seleção e a lição de Nelson Mandela

Todos que acompanharam o último jogo da seleção brasileira contra o Chile nesse Copa do Mundo viram nossos jogadores se emocionarem intensamente quando a decisão foi para os pênaltis. Para falar a verdade, entre uma gelada e outra, não lembro se eles choraram antes das cobranças ou apenas depois que venceram. E também não confio em qualquer site que fale sobre o assunto, portanto, agradeço se o leitor me contar. Porque são duas situações completamente diferentes. Qual competidor não se emociona … Continue reading

Energia que Contagia

Salve, salve rapaziada! Mais um fim de semana que chega e, como sempre, várias portas se abrem para quem busca evoluir os níveis de habilidades sociais. E lugares não faltam, né jogador? Seja um churrasco com amigos e amigos de amigos. Baladas. Bares. Ou mesmo uma volta despretensiosa pelo shopping. Em qualquer um desses locais as possibilidades são gigantescas. Tudo depende, exclusivamente, da sua vibe. Da sua vontade de mandar oi para qualquer gata que quiser. Ou estabelecer novos ciclos … Continue reading

Exemplo de elegância

Você pega onda? Se não pega, tanto faz, porque vale a pena observar a reação do sul-africano Jordy Smith nesse caso. Era uma bateria tensa na praia de Bells, Austrália. Jordy perdia para Julian Wilson, outro excelente surfista, e precisava de uma nota perfeita para virar o resultado ao seu favor – um 10. Poucos são aqueles que conseguem atender todos os critérios de perfeição numa onda. Velocidade, força, fluidez, comprometimento, são apenas algumas das peculiaridades que os juízes analisam. … Continue reading

A beleza está nos olhos de quem vê

Depois de muito pensar sobre o termo beleza, resolvi escrever algumas considerações pessoais sobre o tema. “Não existem pessoas feias, tampouco existem pessoas bonitas”, é isso mesmo que você acabou de ler, segundo essa concepção, esses dois termos não existem quando se referem a seres humanos. Existe sim um padrão de beleza para televisão, revistas, passarelas e etc, mas isso não corresponde a beleza propriamente dita, essas ditas pessoas bonitas, são bonitas baseadas nesse ou naquele propósito. Voltando um pouco, … Continue reading